FOI PRECISO AO HOMEM MUITO TEMPO PARA SE ELEVAR ACIMA DA NATUREZA!

TODA A ARTE É CONDICIONADA PELA SUA ÉPOCA... De Ernst Fischer
















domingo, 28 de novembro de 2010

PEDRO BARROSO

UM ARTISTA EM GRANDE!

Não sendo Pedro Barroso o Músico do Mês, decidi fazer notícia no Facebook, para assinalar o seu 61º. Aniversário, porque este grande "Trovador da Música Portuguesa", nasceu em Lisboa no dia 28 de Novembro de 1950. Como naquele Site Social não podemos (ou não devemos), fazer textos muito grandes, daí a razão de fazer esta pequena crónica mais pormenorizada.
Pedro Barroso é conhecido pelo sua   generosa capacidade com que se entrega à arte de bem interpretar os seus Poemas e o de Poetas consagrados da nossa Literatura, como foi o caso da Pedra Filosofal, um dos seus maiores êxitos, da autoria do Poeta António Gedeão e Afrodite de um Poema de José Saramago.
Cantor, poeta, autor de letras e compositor, com influências de grandes intérpretes franceses, como Gilbert Bécaud, Charles Aznavour, Adamo, Georges Brassens, Léo Ferré, Edith Piaf, Pedro Barroso estreou-se no famoso programa de Televisão "Zip-Zip" em 1969, acompanhado por Fernando Alvim e Pedro Caldeira Cabral. As suas primeiras canções integram críticas ao Governo fascizante. Após o 25 de Abril envolveu-se com grande entusiasmo nas Campanhas de Dinamização Cultural do MFA. Editou o primeiro disco "Trovador-dor em 1970 e desenvolve actividades artísticas no TEC.
Lutas Velhas Canto Novo, foi o seu primeiro LP, seguindo-se Agua Mole em Pedra Dura, Quem Canta Seus Males Espanta, para além de numerosos CD's entre os quais destaco; Navegador do Futuro e Antologia. A partir do seu segundo LP, começou a compor algumas das suas canções no estilo da música erudita e do pop-rock, de que se destaca "Canção para a Amizade e Afrodite.
Tem composto muitas músicas para outros artistas e trabalhou em conjunto com Janita Salomé e Manuel Freire no CD, Cantos d'Oxalá.
É autor dos seguintes Livros: Cantos Falados, Das Mulheres e do Mundo e a história maravilhosa do país bimbo.
Pedro Barroso recebeu até hoje numerosos  prémios  em Portugal e no estrangeiro e actuou com grande sucesso em muitos países da Europa, EUA, Brasil, Canadá e China.Infelizmente e tal como acontece com outros "Trovadores" do seu tempo, raramente aparece como convidado na Rádio e na Televisão, notando-se um lamentável esquecimento por parte dos responsáveis pelos média que se alastra à imprensa.
Tive a felicidade de o conhecer pessoalmente e contribuir para o Convite que lhe foi feito pela Autarquia de Sesimbra, em meados dos anos 80, e ouvir a sua voz num grande espectáculo.
Parabéns e Felicidades Amigo Pedro Barroso! A "Pedra" continua rolando. Quem sabe se um dia o Sonho não será finalmente a  realidade que todos desejamos.
CV.28.11.2011

1 comentário:

  1. Pedro Barroso é uma daquelas figuras incontornáveis da nossa musica. Desde as velhinhas "Lutas velhas, canto novo", passando pela incontornável "Menina dos Olhos d'Agua" ou até pela "Crónica da Violentíssima Ternura", deixando para traz outras musicas marcantes deste grande compositor-autor, verificamos que Pedro Barroso e o seu vozeirão (Vozeirão, no bom sentido claro!) são referências do que de melhor por cá se faz.
    Parabéns pela homenagem. Pedro Barroso é um dos meus cantores de eleição.
    Abraço.
    Zé Carrilho

    ResponderEliminar