FOI PRECISO AO HOMEM MUITO TEMPO PARA SE ELEVAR ACIMA DA NATUREZA!

TODA A ARTE É CONDICIONADA PELA SUA ÉPOCA... De Ernst Fischer
















sexta-feira, 23 de setembro de 2011

ERSTRELAS DE SEMPRE - MÚSICA

                                  BRUCE SPRINGSTEEN
Compositor, cantor, violinista e guitarrista são os atributos consignados a um dos melhores intérpretes da música R&B de todo o mundo. No entanto os média raramente se referem aos numerosos êxitos de Bruce Springsteen. Ele de facto não se atira para a frente dos holofotes, não gosta dos paparazzi e não tem grande simpatia pelas habituais festas espampanantes das estrelas.
Depois existem outros anticorpos, que os patrões dos média não gostam mesmo nada, a começar pela sua música de intervenção com canções de crítica político-social e de defesa da classe trabalhadora. Nos EU como aqui em Portugal a indústria da informação é controlada pelos tubarões ligados aos grandes interesses económicos.
Bruce nasceu em Long Branch a 23 de Setembro, e, iniciou a sua carreira em 1965 com a formação da banda “The Cartiles” a que se seguiram outras pequenas bandas. Os seus primeiros álbuns não tiveram boa recepção do público e só em 1975 com “Born To Run” conseguiu o seu primeiro êxito.
Por esta altura constituiu o grupo “E Street Banda” e os êxitos repetiram-se com “Darkness On The Edge Of Town”, “The River” e “Nebraska”.
The River consolidou as suas opções de classe, na defesa dos valores e ideais por um mundo melhor sem explorados nem exploradores. Musicalmente o seu estilo aproximou-se mais da Pop-Rock e os críticos renderam-se finalmente ao valor incontestável da sua obra.
Born In The U.S.A., não teve de início o êxito comercial que merecia, mas insistência de Bruce em apresentar esta canção em todos os seus espectáculos, acabaram por surtir o efeito desejado. A crítica desta vez não podia alterar os dados. Os 15 milhões de discos vendidos acabaram por ajudar a catalogar legitimamente esta canção como uma das melhores de sempre.
Depois de participar activamente em vários movimentos de contestação musical, foi convidado a colaborar no disco “We Are The World” e no movimento “Human Right Now”, o primeiro a favor dos africanos desprotegidos e o segundo como uma valiosa ajuda à Amnistia Internacional.
Após o seu casamento com Pati Scialfa em 1991, Bruce mudou-se para a Califórnia e a sua actividade musical foi diminuindo. Em 1992 produziu o álbum “Human Touch e Lucky Town” e em 1994 compôs a música para o extraordinário Filme “Philadelfhia” de Joathan Demme que teve em Tom Hanks e Denzel Washington os principais actores, ambos com excelentes interpretações.
Bruce foi distinguido com numerosos prémios e a sua Obra valoriza e dignifica o imenso património histórico da música.
Mas hoje é o dia do 62º. Aniversário de Bruce Springsteen é de bom tom que não nos afastemos da razão fundamental deste texto que tem como objectivo o de relembrar aos meus amigos que não podemos esquecer o genial intérprete de “Born to Run”, de n the Edge of Town”, “ Hungry Heart” , “Glory Days” e “Born in the U.S.A.”. Vale a pena ouvi-lo e informar os nossos filhos que cada vez têm menos tempo para se interessarem por música autêntica com valor e substância.
É bom enaltecer a sua coragem, neste mundo em que muitos se escondem cobardemente, fechando os olhos aos problemas que nos cercam.
Por tudo quanto este magnífico músico tem feito, aqui fica a minha modesta homenagem.
Longa Vida e Bons êxitos!
CV- 23.09.11
Martins Raposo
http://www.youtube.com/watch?v=129kuDCQtHs

1 comentário:

  1. Que beleza meu amigo Martins Raposo!

    Esse "Bruce Springsteen" é dos meus preferidos! Tenho a coleção toda, alguns ainda em viníl, singale's e LP's.
    Adorei o que escreveu sobre esta grande estrela da musica!

    Um abraço grande e apareça lá no meu "Transpondo Barreiras".

    ResponderEliminar