FOI PRECISO AO HOMEM MUITO TEMPO PARA SE ELEVAR ACIMA DA NATUREZA!

TODA A ARTE É CONDICIONADA PELA SUA ÉPOCA... De Ernst Fischer
















domingo, 12 de fevereiro de 2012

OS SINDICATOS FAZEM FALTA E RECOMENDAM-SE!

                                                O TERREIRO DO POVO
"Sindicalismo é o movimento social de associação de trabalhadores assalariados para a proteção dos seus interesses. Ao mesmo tempo, é também uma doutrina política segundo a qual os trabalhadores agrupados em sindicatos devem ter um papel ativo na condução da sociedade." In Wiquipédia.
Foi graças à dinâmica e força dos Sindicatos que apoiados pelos seus associados conseguiram alcançar para todos os trabalhadores em geral, alguns dos direitos fundamentais que hoje estão seriamente ameaçados. O Horário de Trabalho, Os Vencimentos e as Férias foram introduzidos em Contractos de Trabalho, com lutas que duraram anos e levaram muitos dos seus líderes a serem presos e discriminados na sua vida profissional. Só os patrões, a inexperiência de vida dos muito jovens e todos aqueles que se deixaram contaminar radicalmente pelas ideias anti – sociais, anti-sindicalismo, anti – tudo o que sejam Organizações que lutam por defender os legítimos direitos dos trabalhadores, podem explodir o seu veneno contra o Sindicalismo.
Para esses só uma resposta como a que foi dada hoje na Praça do Comércio, por mais de 300.000 pessoas que manifestaram claramente que os Trabalhadores estão unidos e sabem que só devidamente organizados, poderão enfrentar o ataque feroz que o sistema defendido pelo Governo, está a infligir a todos os que trabalham neste país. Foi muito feliz a ideia de chamar àquele local “O TERREIRO DO POVO”. Pessoalmente, penso que era urgente haver em Lisboa, um lugar que sirva de referência, para que os Sindicalistas, os Desempregados, os Indignados, os Precários, a Geração à Rasca e os Partidos Políticos possam manifestar pacificamente as suas ideias.
                             
Já agora, gostaria de deixar aqui expresso a solidariedade com todos os manifestantes e com os responsáveis da CGTP que organizaram esta histórica manifestação. A todos os incautos que se têm deixado imbuir das velhas ladainhas que intencionalmente são lançadas nestas ocasiões de mudança, devem reflectir muito seriamente sobre a sua ingénua forma de colaborar com os inimigos do Sindicalismo.

 Refiro-me à ideia que sempre tenho defendido de que um "Grande Homem de Causas", nunca trabalha sózinho e quando passa o testemunho sabendo cumprido o seu dever, tem a consciência plena de que o seu legado vai ser entregue a responsáveis que estão perfeitamente à altura de assumir com nobreza os compromissos que ele defendeu. Estou naturalmente a referir-me à saída honrosa de Carvalho da Silva que sempre admirei como um dos grandes defensores do Sindicalismo em Portugal.

Estou confiante de que com Arménio Carlos e a sua equipa, os trabalhadores do meu país estão dignamente representados e que a luta vai continuar com a mesma determinação e coragem que os antecessores dirigentes souberam honrar a CGTP.  A  única Central Sindical que tem sempre defendido os direitos dos trabalhadores com grande determinação, coerência e dignidade.
Parafraseando São José de Almeida, “OS SINDICATOS FAZEM FALTA E RECOMENDAM-SE”!
CV – 11.02.2012

Sem comentários:

Enviar um comentário