FOI PRECISO AO HOMEM MUITO TEMPO PARA SE ELEVAR ACIMA DA NATUREZA!

TODA A ARTE É CONDICIONADA PELA SUA ÉPOCA... De Ernst Fischer
















segunda-feira, 3 de junho de 2013

                   ALENTEJO EM DESESPERO!
O Baixo Alentejo vai mudando  muito lentamente. É verdade que notamos haver alguns novos olivais bem tratados com equipamento moderno de irrigação. Vemos algumas vinhas plantadas recentemente. Mas também vemos ainda muitos terrenos ao abandono. O projecto de regadio ligado ao Alqueva, precisa de 440 milhões de Euros para arrancar em pleno. Os responsáveis estão à espera... dos fundos estruturais(?).


Projectos turísticos foram  suspensos e muitos outros ligados ao desenvolvimento da agro-pecuária foram cancelados.  As esperanças criadas à volta do Alqueva estão comprometidas e muitos empresários estão defraudados e em grande desespero por falta de apoio.

                                       A imagem que mostramos repetem-se se ao longo da IP2, entre Évora e Beja , deixando-nos entrever o resultado desastroso do cancelamento do projecto da A26 que devia ligar Sines a Beja.
  Mas muitas outras vias de comunicação e acessos foram suspensos. A crise pode justificar tudo isto? O Ministro das Finanças saberá que o Alentejo fica em Portugal?

Sem comentários:

Enviar um comentário