FOI PRECISO AO HOMEM MUITO TEMPO PARA SE ELEVAR ACIMA DA NATUREZA!

TODA A ARTE É CONDICIONADA PELA SUA ÉPOCA... De Ernst Fischer
















domingo, 21 de agosto de 2016

O Maquiavel Português
O nosso pequeno maquiavel, chama-se Paulo Portas, pequenino mas muito esperto, tarimbeiro na política, acumulando anos e anos as funções de Ministro com lugares administrativos em várias empresas, públicas e privadas, misturando política com grandes negócios que o tem favorecido e ao seu partido de ultra direita, o CDS. Fugindo à Justiça ao abrigo dos imputáveis lugares no Governo e no Parlamento ao longo dos muitos anos.

É um político da extrema direita, conservador, populista reacionário e capaz dos mais execrandos contorcionismos para alcançar os seus objetivos pessoais, não se importando nada em renegar aquilo que defendeu ontem se com isso conseguir embolsar mais uns milhões de euros.  Foi o caso da CEE que se disse contrário aos interesses do País, para hoje se arvorar no mais acérrimo defensor da troika e da austeridade para o Povo.

Em tempos foi um inimigo pertinaz do MPLA e ainda ontem foi beijar os pés do  velho Eduardo dos Santos que meio tonto e cego não deu conta do verme que o bajulou, aliás o CDS fez-se representar, ao mais alto nível, assim como o PSD e o PS. E todos se ajoelharam aos pés do Presidente Vitalício que parte para mais um mandato do qual já perdeu a conta.

Zédu manda em Angola e o seu Povo é que sabe os porquês, até aqui nada contra, mas o que revolta é que todos os Partidos enunciados, foram e são contra o Governo do MPLA. O resto é pura farsa, escondendo interesses políticos e no caso de Portas, interesses puramente pessoais, Mário Soares (e seu querido João), Sá Carneiro e Freitas do Amaral. devem estar rangendo os dentes, sobre as acções indecorosas destes farsantes.

O PCP sempre esteve e está solidário com o MPLA e como tal fez-se representar sem

alarde e com todo o respeito e dignidade. Aliás mesmo que Gerónimo de Sousa o distinto Secretário do meu Partido, poderia sem qualquer problema  ter estado nesta cerimónia, sabendo todavia que a Imprensa do nosso País, como é habitual. nem uma linha escreveria sobre a sua presença.

O Bloquê, não se fez representar, mostrando coerentemente o seu feroz radicalismo contra o MPLA. Ai, se Catarina, menina e moça azougada, se lembrasse de trocar as voltas e aparecesse em Luanda, aí sim, teríamos mais uma grande entrevista, e todo o Luandense ficaria a conhecer as historiazinhas da vida desta verdadeira artista.

É claro que o Paulinho das Feiras, teria todo o cuidado em obscurecer qualquer outro político que quisesse evidenciar-se, ele é o Maior pequeno em tudo, que ninguém se atreva. Estou em Luanda como muito orgulho e presto a minha vassalagem a todos os Governantes de Angola. Agora, vamos lá aos negócios! Sabem que eu sou Administrador de uma Empresa Mexicana de Exploração (?) petrolífera? Bem se quiserem um bom Conselheiro nessa e noutras áreas, já sabem aqui o Paulinho está sempre pronto, as Luvas podem ser em Dólares. Na Marinha também não tenho segredos, precisam de alguns Submarinos, Aviões, Helicópteros, pentes, sabonetes, e balões? O Paulinho sabe tudo e sou um grande amigo do Zédu.
São Martinho do Porto, Agosto de 2016
Martins Raposo
PS: O Paulinho das Feiras ainda vai ser Presidente da República de um qualquer País.

Sem comentários:

Enviar um comentário